Não há portas nem árvores que se prezem sem grinaldas para o natal. Em certos locais existe brio na apresentação da porta mais bem engalanada. Demonstra alguma vaidade, poder, alegria e interesse pelas festividades. Pode significar também luxo e exuberância, mas, preferimos abordar tal manifestação, apenas sob o ponto de vista mais ingénuo, lúdico e festivo.


grinaldas para o natal



As grinaldas para o natal com atributos de embelezamento


Entre crenças e superstições as coroas ou fitas componentes de coroas, servem basicamente como adereço para fornecer mais encanto e destaque a determinado objecto ou grupo de objectos. Hoje tem assumidamente um cariz mais decorativo do que mitológico ou transcendental.


Sem pretender retirar significado poético e historicamente profano, atribui-se às grinaldas para o natal o mérito contemporâneo de enriquecimento visual das habitações durante as festividades de Dezembro, apenas retiradas lá por volta do dia de Reis.


Concretamente, o significado mais comum de grinalda é aquele que lhe dá honras de adorno e acrescenta beleza a coisas e pessoas e não apenas por alturas de natal. Tendo em consideração as mais diversas interpretações, parece que tradicionalmente estes objectos repletos de simbolismo eram denominados de «coroas de adventos».


E porque é uma época de boas vontades eis algumas características das coroas de adventos ou grinaldas para o natal:

  • Têm habitualmente um formato circular;

  • São tradicionalmente de cor verde;

  • Utilizam fita e laço vermelho;

  • Bolas;

  • Quatro velas.

Estes são basicamente os elementos que compõem a coroa do advento e com múltiplos significados, embora, de pendor marcadamente religioso, registam-se alguns dados curiosos...ora tome nota:


  • O circulo como sentimento reciproco, uma aliança;

  • O verde da esperança;

  • O vermelho de amor incondicional;

  • Frutos da boa vontade;

  • As velas são perdão, fé, alegria e boa nova.

Recapitulando, trata-se de um costume muito antigo de decoração. Segundo consta, os romanos faziam as suas coroas com ramos verdes enrolados e entrelaçados. Faziam questão de colocar em exibição nas suas portas, coroas de ramos verdes, como sinalética representativa do bem estar e, das condições de saúde dos que aí habitavam.


As antigas coroas de Natal às quais se atribuiu a nomenclatura mais actual de grinaldas para o natal, caracterizavam-se naquela época por conter uma boa quantidade de verduras entrelaçadas, sendo o cipreste ou abeto as mais utilizadas e as quais representavam a vida.


Os ramos verdes, apesar da invernia, significavam que os cristãos deveriam conservar a fé e a esperança, lutando firmemente contra as adversidades, aliás sentimento bem actual.



Fitas coloridas festa, cor, alegria e celebração


Apenas mais algumas considerações sobre esta quadra tão repleta de simbolismo. Reconheço sempre alguma nostalgia por estas alturas, e admito igualmente, alguns sentimentos mais lamechas.


- Apetece-me ser ainda mais simpático com os outros, abraçar e cumprimentar toda a gente, mesmo os que mal conheço.


- Apetece-me bolo rei e o vinho do porto, sonhos e filhós, apetece-me bacalhau e peru e tantas outras iguarias.


- Apetece-me comprar e distribuir presentes, dá-me gozo colocar as decorações com grinaldas para o natal e tudo mais.


Sobretudo, o que me apetece ainda mais é que sejamos todos verdadeiramente felizes.



Como sei que concorda comigo, junte-se à festa conheça a nossa loja e comece a preparar a sua decoração com grinaldas para o natal.